Prefeitura de Itararé

Na Prefeitura da cidade, duas funcionárias se revezam na responsabilidade de servir a tradicional bebida Há 22 anos Sueli cuida do café no Paço Ele tem o dom de ser vários em um só. Doce, amargo, forte ou fraco. Há quem não comece o dia sem a companhia dele. Há quem goste só do cheiro. […]

Publicado em 24 de maio de 2018


O doce sabor do café do Paço de Itararé (SP)

Na Prefeitura da cidade, duas funcionárias se revezam na responsabilidade de servir a tradicional bebida

Há 22 anos Sueli cuida do café no Paço

Ele tem o dom de ser vários em um só. Doce, amargo, forte ou fraco. Há quem não comece o dia sem a companhia dele. Há quem goste só do cheiro. Não importa. Uma das principais fontes de economia do passado, o café, bebida energética de aroma inigualável faz parte do dia a dia da maioria dos cidadãos. No Paço de Itararé (SP) não é diferente, muitos dos servidores tem paixão pela bebida.

“O dia só começa bem depois que me encontro com ele, que vem pelas mãos de Sueli ou Helena”, diz o prefeito, Heliton do Valle. Na Prefeitura da cidade, as duas se revezam na responsabilidade de passar o tradicional cafezinho que mantém os funcionários sempre acordados.

Sueli Aparecida tem 24 anos dedicados à Prefeitura. “Fui contratada para fazer a limpeza, depois prestei concurso e agora já se passaram 22 anos junto às garrafas de café”, relembra.  Já Helena Madureira, entre outras funções, cuida diariamente do café há mais de 10 anos.

Conforme Sueli, são mais de 20 litros de café passados por dia. O Departamento de Engenharia e o Jurídico são os maiores consumidores no local. “Uma semana eu o faço pela manhã e a Helena o garante após almoço, pra não deixar o povo trabalhar cansado, depois invertemos”, explica.

Segundo Helena, os apreciadores da bebida conseguem identificar perfeitamente qual das duas o fez. “Meu café é mais suave. Já a Sueli carrega no pó. Os funcionários brincam que, às vezes, o café está muito doce, ou muito amargo, tem sempre um que fala que está forte ou fraco demais, mas é com carinho e respeito. Aproveitamos para agradecer a todos pelo afeto para conosco. É muito gostoso recebê-lo”, detalha.

Ambas enfatizam que a elas é uma alegria e satisfação poder contribuir para com o trabalho da equipe com uma boa xícara de café. “Nós fazemos e enchemos as garrafas com muito amor, por que aqui o trabalho não para e para isso é necessário muito café”, finalizam.

Helena e Sueli se revezam na função de fazer e servir a tradicional bebida

Mais de 20 litros de café são passados por dia no local

Helena agradece o carinho que os demais servidores tem com elas

Copyright © 2020 - Prefeitura Municipal de Itararé | Todos direitos reservados