Prefeitura de Itararé

Objetos foram doados pelo cidadão Adriano Negrão de Moura Guardiões de 32 – A equipe de amigos tem como objetivo encontrar objetos da revolução por meio de detectores de metal O Museu Histórico Municipal de Itararé (SP), por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo, expõe a partir desta quinta-feira (22) artefatos utilizados na Revolução Constitucionalista […]

Publicado em 22 de março de 2018


Museu Histórico Municipal de Itararé (SP) expõe artefatos da Revolução de 1932

Objetos foram doados pelo cidadão Adriano Negrão de Moura

Guardiões de 32 – A equipe de amigos tem como objetivo encontrar objetos da revolução por meio de detectores de metal

O Museu Histórico Municipal de Itararé (SP), por meio da Coordenadoria Municipal de Turismo, expõe a partir desta quinta-feira (22) artefatos utilizados na Revolução Constitucionalista de 1932.

Os cartuchos, clips de munição, projéteis, entre outros, foram encontrados no Parque Ecológico da Barreira.

A caçada acontece há mais de três anos nos municípios de Itararé (SP), Itaporanga (SP) e Buri (SP).

Os objetos foram doados pelo cidadão Adriano Negrão de Moura.

Adriano, que é da cidade de Itaporanga (SP), faz parte do grupo ‘Guardiões de 32’.

A equipe de amigos tem como objetivo encontrar objetos da revolução por meio de detectores de metal. A atividade não visa fins lucrativos.

Para o coordenador Municipal de Turismo, Edilson de Moraes, as doações são fundamentais para a manutenção do acervo histórico do município. “O doador preenche um formulário e, depois de uma análise, o material é registrado no museu”, explica.

Quem tiver interesse em doar objetos deve comparecer ao museu, que fica localizado à rua Belizário Pinto, 70, Vila Jurandir. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A visita é gratuita, podendo ser agendada pelo telefone (15) 3531-1794.

Museu – Fundado em agosto de 2015, o prédio com arquitetura do ano de 1940, abriga a história do município. No espaço de 227 metros quadrados é possível admirar quadros e utensílios do período indígena, dos tropeiros e da Revolução Constitucionalista de 1932.

Revolução de 1932 – Também conhecida como Guerra Paulista, foi o movimento armado ocorrido no estado de São Paulo, entre julho e outubro de 1932, que tinha por objetivo derrubar o governo provisório de Getúlio Vargas e a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte.  

Itararé serviu de frente de combate. Por sua localização estratégica, cercada de formações rochosas que ligam o estado de São Paulo ao Paraná, novamente foram cavadas trincheiras na área de divisa do município. Em menos de dois anos após a passagem dos gaúchos, a cidade era agitada por outra revolução.

A caçada aconteceu há cerca de três anos nos municípios de Itararé (SP), Itaporanga (SP) e Buri (SP)

Copyright © 2020 - Prefeitura Municipal de Itararé | Todos direitos reservados