Prefeitura de Itararé

A partir do cadastro, famílias são incluídas em programas e serviços que as ajudam a superar a pobreza O índice municipal de acompanhamento da atualização cadastral das famílias ficou em 0,83, sendo o máximo 1,0. A média nacional é de 0,70 A Prefeitura de Itararé (SP), por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, ultrapassou […]

Publicado em 22 de fevereiro de 2018


Itararé (SP) fica acima da média nacional no Cadastro Único

A partir do cadastro, famílias são incluídas em programas e serviços que as ajudam a superar a pobreza

O índice municipal de acompanhamento da atualização cadastral das famílias ficou em 0,83, sendo o máximo 1,0. A média nacional é de 0,70

A Prefeitura de Itararé (SP), por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, ultrapassou a média nacional no Cadastro Único.

O índice municipal de acompanhamento da atualização cadastral das famílias ficou em 0,83, sendo o máximo 1,0. A média nacional é de 0,70.

De acordo com a secretária da Pasta, Luciana Perúcio, o Cadastro Único é um instrumento que permite ao município conhecer as famílias em situação de risco e vulnerabilidade social. “É a partir dele que estas pessoas são incluídas em programas e serviços que as ajudam a superar a pobreza e pobreza extrema, tais como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica e Minha Casa Minha Vida”.

Segundo ela, no ano de 2016, a cidade teve o índice mais baixo da região no acompanhamento da atualização cadastral das famílias, com 0,68. “O resultado de nosso esforço foi atingir resultados acima da média nacional nos índices dos acompanhamentos. A Secretaria de Assistência Social e o Governo Heliton do Valle não tem medido esforços para garantir a atualização cadastral”, enfatiza.

Saiba Mais – O Cadastro Único é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza (renda mensal de R$ 85,00 a R$ 170,00 por pessoa) e extrema pobreza (com renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa). Esses são utilizadas pelo Governo Federal, pelos Estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida dessas famílias.

Atualmente 2.572 famílias são beneficiárias do Bolsa Família em Itararé, dentre as quais 989 estariam em situação de extrema pobreza sem o programa.

Conforme a secretária, o Cadastro Único pode ser feito através de procura espontânea, quando a própria família procura fazer seu registro, ou através da busca ativa realizada pela Assistência Social no município. “Realizamos sistematicamente busca ativa às famílias. É nosso dever fortalecer essas ações através de uma equipe profissional capacitada, acompanhando também as condicionalidades de saúde e educação”.

Para fazer a inscrição no Cadastro Único, o responsável familiar deve levar seu CPF ou título de eleitor. Além disso, é necessário apresentar pelo menos um documento de identificação de todos os outros membros da família. Os documentos válidos são: Carteira de Identidade (RG), CPF, título de eleitor, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho ou carteira administrativa de nascimento do indígena (RANI). O comprovante de residência não é um documento obrigatório, mas pode ser apresentados para facilitar o cadastro do endereço. As famílias já cadastradas devem manter seus dados atualizados.

O Programa Bolsa Família/Cadastro Único está localizado na Rua Pedro de Alencar, 230. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (15) 3532-4350 ou 3532-3763. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Copyright © 2020 - Prefeitura Municipal de Itararé | Todos direitos reservados