Prefeitura de Itararé

Premiação foi entregue durante solenidade no Teatro Municipal Sylvio Machado Lucas, vencedor da categoria do 6º ao 9º anos com a secretária municipal da Educação, Ana Maria (de rosa) e demais educadores A Prefeitura de Itararé (SP), através da Coordenadoria Municipal de Cultura, premiou na noite de quinta-feira (16) os vencedores do 1º Concurso de […]

Publicado em 17 de agosto de 2018


Itararé (SP) 125 anos: Vencedores do 1º Concurso de Poesia são agraciados

Premiação foi entregue durante solenidade no Teatro Municipal Sylvio Machado

Lucas, vencedor da categoria do 6º ao 9º anos com a secretária municipal da Educação, Ana Maria (de rosa) e demais educadores

A Prefeitura de Itararé (SP), através da Coordenadoria Municipal de Cultura, premiou na noite de quinta-feira (16) os vencedores do 1º Concurso de Poesia ‘Itararé em Versos’. A disputa foi entre os estudantes do município. A premiação ocorreu durante solenidade no Teatro Municipal Sylvio Machado. Na oportunidade, os vencedores interpretaram os textos deles.

As poesias foram classificadas em três categorias, 4º e 5º ano, 6º ao 9º ano e Ensino Médio. Os três primeiros colocados de cada uma e o professor de Português ganharam um kit de literatura e uma viagem para o Museu da Imagem e do Som em São Paulo. Ainda, o vencedor recebeu também R$ 250,00 e a escola dele R$ 200,00. Todos os participantes foram contemplados com um certificado de participação.

A iniciativa faz parte da programação cultural dos 125 anos do município e teve por objetivo estimular a escrita, leitura e estudo sobre a cidade.

O evento contou com a participação de educadores da Rede Municipal de Ensino, entre eles a secretária municipal de Educação, Ana Maria F. S. Oliveira e a assistente técnico pedagógico de Língua Portuguesa, Andreia Almeida; do coordenador municipal de Cultura, Alisson Riveli e familiares dos alunos.

Para o prefeito, Heliton do Valle, a iniciativa é de extrema relevância para incentivar os alunos a leitura e valorizar os educadores.  “Além disso, é uma excelente oportunidade para descobrir novos talentos e, quem sabe, futuros escritos”, ressalta.

Confira os ganhadores e as poesias classificadas em 1º lugar de cada categoria:

4º ao 5º ano

1º Lugar – Diogo S. do N. Melo, EM Eugênio Dias Tatit, professora Cleomilda Fogaça

2º Lugar – João Pedro Furquim Pinheiro, EM Maria da Silveira Vasconcelos, professora Ana Paula Andrade

3º Lugar – Ana Júlia de Lima França, EM Adriano Queiroz Pimentel, professora Luciene de Genaro

6º ao 9º ano

1º Lugar – Lucas Enrique Ferreira, EM Escola do Campo Alice Fonseca Braga, professor  Jairo Manuel de Campos

2º Lugar – Luiz Felipe Meira Santos, EM Messias Sodré, professora Jussara Merege

3º Lugar – Helen Cristina Lopes, EM Juracy Martins, professora Olinda Rosa Rodrigues

Ensino Médio

1º Lugar – Maria Eduarda Guedes Pinto Gianisella, ETEC, professora Letícia Netto

2º Lugar – Amanda Côrrea da Rocha, EE Tomé Teixeira, professora Nelma Lúcia de Oliveira

3º Lugar – Janderson Alves dos Santos, EE Caetano Carbone, professora Djane Corrêa de Goes

Poesias campeãs

Itararé Encantada

Por Diogo S. do N. Melo

A história da minha cidade,

foi marco da revolução.

Passando por muitas batalhas,

venceu cada transformação.

Na cidade onde eu moro,

os cristãos unem em fé.

Em procissões e festejos religiosos,

alegrando Itararé.

Cidadezinha bem tranquila,

com esportes e lazer.

Belos pontos turísticos,

lugar bom pra se viver.

As belezas naturais,

encanta quem as conhecem.

Cânions, Parque da Barreira, rios e cachoeiras,

Ah! Quem aqui passa nunca esquece.

Itararé é o meu aconchego,

berço que me viu nascer.

Cidade do meu coração,

onde irei estudar e crescer.

Revoada

Por Lucas Enrique Ferreira

Itararé, cidade com

Lindas andorinhas,

Que fazem um desenho no céu

Com suas grandiosas revoadas.

Enfeitando o céu

Com seus movimentos

Belos e suaves

como se dançassem

Ao som dos ventos,

Com o som do bater das asas.

É festa … é alegria …

É vida!

Que se movimenta

De um lado

Para outro.

Se cruzam, se encontram,

Reencontram e, assim,

Cumprem a missão de viver

E transformam o olhar de

Quem as contemplam

Nossa querida Itararé,

Com seus belos campos,

Com o ar tão puro,

É nessa cidade que

Quero viver…

Aqui o céu é enfeitado

Por andorinhas dançantes.

Aqui, até as nuvens são grandiosas

Brincam o tempo todo.

São verdadeiras artistas

Fazem sua arte e

Desfazem e quando se

Vão, a brincadeira continua.

Grande cidadezinha

Por Maria Eduarda Gianisella

A pedra que o rio cavou

é a mesma que assistiu à chegada dos tropeiros,

presenciou os rituais dos guaianazes

e viu ricos fazendeiros

de crescer um povoado serem capazes.

O rio que cavou a pedra,

é o mesmo  que dá nome à cidade,

divide São Paulo e Paraná

e cruza o estado com assiduidade.

Itararé,

que em pouco espaço territorial

abriga tantos pontos de turismo,

abrange grande diversidade cultural

e sedia eventos de tradicionalismo.

Quem a ela visita,

tem um passeio inesquecível;

quem nela habita,

reconhece sua essência insubstituível.

Cachoeiras e vales,

grutas e trilhas,

cenários inigualáveis

e repletos de maravilhas.

Grande cidadezinha,

um pedido eu lhe faço:

não deixe que se perca sua tradição,

ou se esqueça sua história.

Tens uma forte população

e toda sua trajetória

deve sempre, sem manipulação,

estar salva em sua memória.

Teatro ficou lotado para prestigiar a premiação

Vencedor da categoria de 4º a 5º ano, Diogo, durante a premiação

Alunos interpretaram suas obras

Aluna da ETEC, Maria Eduarda venceu na categoria Ensino Médio

Copyright © 2020 - Prefeitura Municipal de Itararé | Todos direitos reservados