Prefeitura de Itararé

Encontro teve por objetivo desenvolver ações para impulsionar a atividade no município e região O encontro contou com a participação de Edmilson Martins, Werinton Marsal, Riveli e Daniele Leite Para valorizar e fomentar o tropeirismo, atividade tradicional e cultural em Itararé (SP), a Prefeitura, através da Coordenadoria Municipal de Cultura, participou, com a representação do […]

Publicado em 2 de agosto de 2018


Cultura de Itararé (SP) participa de reunião sobre tropeirismo em Sorocaba (SP)

Encontro teve por objetivo desenvolver ações para impulsionar a atividade no município e região

O encontro contou com a participação de Edmilson Martins, Werinton Marsal, Riveli e Daniele Leite

Para valorizar e fomentar o tropeirismo, atividade tradicional e cultural em Itararé (SP), a Prefeitura, através da Coordenadoria Municipal de Cultura, participou, com a representação do coordenador da Pasta, Alisson Riveli, de uma reunião sobre o tema em Sorocaba (SP).

O encontro aconteceu segunda-feira (30) na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e contou com a participação do secretário da Pasta, Werinton Kermes Telles Marsal; da chefe de divisão de Turismo, Daniele Leite e do assessor, Edmilson Chelles Martins. Em pauta, os profissionais abordaram diversos assuntos, dentre eles o primeiro encontro dos municípios da tradição tropeira. A reunião será realizada em Itararé, no dia 03 de setembro, e contará com a presença das cidades de Itaberá, Itapeva, Taquarivaí, Capão Bonito, Itapetininga, Tatuí, Iperó, Araçoiaba e Sorocaba, a qual sediará o segundo encontro em 01 de outubro.

Conforme Riveli, o objetivo destas reuniões é explorar e divulgar mais o tropeirismo. “É necessário que a população valorize esta herança cultural e busque manter a memória dela na cidade”, destaca.

Outra meta, conta Riveli, é realizar mais eventos sobre o tema, além da tradicional Tropeada. “Nossa região foi uma das principais vias dos tropeiros. Itararé surgiu com eles. Temos muito mais a mostrar e contar”, enfatiza.

Também, durante a reunião, foi acordado que os artesãos de Itararé irão expor suas obras de 14 a 20 de setembro em um evento na cidade de Sorocaba. Por sua vez, uma companhia de teatro de rua de Sorocaba irá realizar apresentações nas ruas de Itararé. “Desde o início desta gestão nossa meta foi de elevar e expandir Cultura, em seus mais diversos eixos. Estamos trabalhando a isto. Este intercâmbio entre cidades é apenas um passo de muitas ações culturais que estamos empenhados a desenvolver”, expõe Riveli.

Saiba mais – Aos olhos de um observador atento, é possível notar, aqui e ali, retalhos ainda vívidos da herança tropeira em Itararé. Além do tradicional arroz tropeiro e do inconfundível feijão carreteiro, o legado do tropeirismo ainda é presente nas danças, festas e costumes típicos do município. Nada mais natural, uma vez que a relação de Itararé com o Caminho Paulista das Tropas se entrelaça com o próprio surgimento da cidade.

Como afirma o historiador Osvaldo Rodrigues Junior em seu texto ‘História de Itararé’, no final do século XVIII e início do XIX, a feira de animais de Sorocaba aumentou, se tornando um comércio dos mais prósperos da época, atraindo compradores de todos o país. “Os animais vinham de Viamão no Rio Grande do Sul até a feira de Sorocaba. No caminho, um dos pontos de parada era a região de Itararé. Com o passar dos anos os tropeiros passaram a se fixar nos arredores do Rio Itararé em choupanas, pequenas casas de madeira, dando origem ao que viria a ser a vila de Itararé”, detalha.

Copyright © 2020 - Prefeitura Municipal de Itararé | Todos direitos reservados